Em formação

Raças de cabras: Cabra Retinta

Raças de cabras: Cabra Retinta

Origem e difusão

A raça de cabra Retinta é uma raça indígena da Extremadura criada tradicionalmente em ambas as províncias da região (Cáceres e Badajoz).
O número de animais registrados desta raça está diminuindo gradualmente devido a vários fatores, como a disseminação de algumas epidemias e o abandono da profissão de criador por jovens. Nos últimos anos, a cabra retinta foi registrada nos registros como uma raça em extinção.

Características morfológicas e produtivas

É um animal dócil, com uma grande rusticidade, também pelas condições ambientais em que se adaptou. A cabeça é vermelha e desbota em outros tons que variam do marrom ao retinto (marrom escuro). O tamanho da cabeça é normal e o focinho, grande e largo, tem uma forma vagamente triangular. O tronco é reto e profundo, com uma ligeira elevação em direção à inserção da garupa. As pernas são curtas, mas muito musculosas e têm cascos cinzentos. Nos machos, os chifres presentes são em forma de espiral, mas os mais comuns são em forma de arco.

Peso médio:
- machos: 80 kg
- Fêmeas: 60 kg

A raça retinta tem dupla aptidão para a qual é criada tanto para carne quanto para leite; apesar da baixa produtividade, a qualidade é muito alta. Alguns fabricantes de queijo usam apenas leite de cabra retinta ou misturam-no com a raça verata (outra raça nativa da Extremadura). Diferentes tipos de queijo são produzidos e o mais conhecido é o queso Ibores, um queijo semi-duro. No passado, o couro também era obtido com esta cabra.


Cabra Retinta


Cabra Retinta (foto www.elperiodicoextremadura.com)


Cabra Retinta (foto https://cabraretinta.com)


Vídeo: Canal Extremadrua Logotipo de Raza Autóctona de Cabra Retinta (Setembro 2021).