Em formação

Raças de cabras: derivado do Mediterrâneo vermelho ou sírio

Raças de cabras: derivado do Mediterrâneo vermelho ou sírio

Origem e difusão

A Rossa Mediterranea (ou Derivata di Syria) deriva da raça Siria ou Mambrina, originária do lado do Oriente Médio da bacia do Mediterrâneo. Na Itália, é criado no Centro-Sul, especialmente em Basilicata e Sicília. A criação é extensa no pasto para a produção de leite. O Registro da Itália foi criado em 2003.
Raça com aptidão para a produção de leite para ser usada no processamento de produtos lácteos tradicionais. É criado em pequenas e médias fazendas, em estado semi-selvagem ou semi-estável.

Características morfológicas e produtivas

Corte Isso: média.
Cabeça: pequeno e leve, com presença opcional de chifres. Perfil frontal nasal nasal retilíneo (em alguns indivíduos levemente envergonhado); barba presente em ambos os sexos; orelhas longas e penduradas.
Tronco: pescoço longo e fino, com presença ou não de tetol; tórax profundo com abdômen volumoso; mama bem desenvolvida do tipo pecorino, raramente piriforme, com mamilos desenvolvidos. Membros longos e leves com garras escuras.
Pilha:
de cor vermelha, mais ou menos clara, com a possibilidade de manchas e manchas brancas. Cabelos compridos e grossos, às vezes brilhantes.
Altura média na cernelha:
-Male a. cm. 79
- fêmeas a. cm. 72
Peso média:
-Male a. Kg. 70
- fêmeas a. Kg. 48
produção
é leite médio:
- primipare lt. 272
- múltiplo lt. 443
Fertilidade: 95%

Cabra do Mediterrâneo vermelha ou derivado da Síria (site da foto)

Mediterrâneo vermelho (foto Giovanni Sleiter www.assonapa.com)


Vídeo: Como escolher a raça de caprinos ideal (Setembro 2021).